Doenças do século: Ansiedade

September 11, 2019

      Muitas pessoas acham que a ansiedade é uma doença moderna, grande engano: desde a pré-história nós sofremos com a ansiedade. Nesse artigo eu procuro esclarecer e dar algumas dicas sobre a ansiedade, uma das maiores doenças do século, assim como fiz com a depressão.

 

Clique aqui para ler Doenças do século: Depressão

 

      Existe uma ansiedade boa, mas quando sua ansiedade TE PARALISA e gera sintomas, por exemplo, dá branco na prova, você inventa desculpas para faltar ou se coloca em meio à acidentes, então ela não te prepara para o momento, mas literalmente te trava.

 

Mas o que é a ansiedade?


      É o medo do futuro. O medo pode te paralisar, mas também pode te fazer fugir, ou ENFRENTAR. E com esse arsenal de respostas ao medo, cabe à nós escolher o mais saudável.

       Para o autoconhecimento, é uma boa pensar quando isso começou e o que está relacionado com suas crises de ansiedade. Em alguns casos, o uso de medicamento é indicado. É importante que seja acompanhado por um médico, nunca decida por conta própria quando é o melhor momento de parar com o medicamento.

      A Síndrome do Pensamento Acelerado, um problema da atualidade, pode provocar a ansiedade também. E a ansiedade, por sua vez, pode levar à um surto de pânico, com o coração acelerado e desespero.

 

 

O que eu posso fazer para ajudar alguém em uma crise forte de ansiedade?

 

      Procure gerar confiança para ela. Segure a sua mão, peça para que ela olhe em seus olhos e foque junto com ela na respiração profunda, pois a respiração é a grande chave para retornar o equilíbrio emocional nesses momentos. Então, busquem a calma através do acolhimento e da respiração, que vai melhorando.

      Se você é a pessoa que passa por isso, converse com uma pessoa que você ama nesse momento, tente falar sobre o que está sentindo no momento e peça para que ela segure a sua mão e te ajuda à se acalmar.

      Com o tempo se permita ver que você não está sozinho nessa: não somos máquinas, e como seres humanos, todos passamos por situações de estresse emocional parecidas. Respire profundamente e mentalize o seu relaxamento, relaxe os músculos, o corpo e a mente. Por isso a meditação é uma prática indicada para pessoas que sofrem de ansiedade.

 

Meditação da Tela Branca

 

      Com o auxílio de uma musica, feche os olhos e visualize uma tela branca. Essa é a sua tela, nela você pode expressar o sentimento do momento. Como se fosse uma pintura, você traz o seu pensamento para a tela, o observe e depois deixe ir.

      Não precisa ver as soluções como desafios. Se você só consegue meditar por um minuto, tudo bem! O importante é você se cuidar, com o tempo você dominará essa prática.

 

Hooponopono para Ansiedade

 

        Pense assim: "Divindade, recolha todas essas memórias em mim que estão se repetindo nesse cenário de ansiedade e problemas. Transmute-as à..... ZERO! E diga: Sinto muito. Me perdoe. Te perdoo. Sou grato. Te amo."

 

        Ao pensar/dizer "Sinto muito" e "Me perdoe" Você admite que permitiu que as memórias continuassem se repetindo. O "Te perdoo" se refere ao fato que você perdoa as memórias pelo sofrimento que elas lhe causaram. O "Sou grato." é o seu reconhecimento pela lição que as memórias lhe proporcionaram. O "Te amo" as libera.


      As dicas acima não solucionam o problema da ansiedade, são apenas um socorro para um momento de crise, mas o tratamento psicológico é fundamental. Não há solução apenas com um abraço ou a respiração tranquila.

 

A aromaterapia é uma alternativa segura para auxiliar no tratamento da ANSIEDADE

 

Você nunca vai ser perfeita

 

      Você é uma daquelas pessoas que se cobra muito? Quando vai ver, não está nem conseguindo estudar ou praticar aquilo que queria, apenas se isola e paralisa. Toda essa cobrança afinal te ajuda em algo? Não. Talvez na sua infância você tenha sido influenciada pelos seus familiares à ser uma pessoa com altas expectativas, que tira as notas mais altas, que está sempre em primeiro lugar. Ou você tenha crescido em forte competição com o irmão pelo afeto dos seus pais. Hoje você imita esse comportamento dos seus pais, mas para consigo mesmo, pois não são seus pais que estão te pressionando agora, e sim você mesmo: você está se cobrando tanto, se pressiona de tal maneira que nem você mesmo suporta a sua própria cobrança. Você precisa aliviar à si mesmo.

      Entenda que a razão do problema vir da infância não indica que é culpa dos seus pais o que te acontece hoje. Na verdade você está se colocando nessa situação de forma inconsciente, então se há um culpado ele é você. Culpado por ser humano, no máximo. Mas você tem toda a força necessária para efetuar as mudanças no seu mundo.

      Todos os nossos problemas estão registrados em nós, em nossa história. Tudo tem origem em algum lugar, é assim que o nosso cérebro funciona, se adaptando e modificando-se para caber dentro de certos espaços sociais. É assim com todos nós, e ele continua com a mesma capacidade de mudança interna. Mudança esta que transforma toda a nossa vida e nossas relações, porém, o primeiro passo em direção ao tratamento é necessário, para que haja as transformações que nos tragam verdadeiro equilíbrio e felicidade.

 

Fonte: Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional

Share on Facebook
Share on Twitter